Pages

domingo, fevereiro 28, 2010

Arte, Artesanato e Romero Britto

Depois de mais de 3 meses afastada, talvez por falta de inspirações e ideias para colocar no blog, volto com uma gama de assuntos para serem tratados de agora em diante.
Andei afastada por estar me focando mais na produção do que meramente na pesquisa, mas como nada é por acaso, queria aqui introduzir um assunto que foi o meu foco nos meus últimos 3 meses de produção em Artes e Artesanato.

Nós, como estudantes de Artes, somos obrigados a estabelecer um parâmetro de diferenciação entre a Arte e o Artesanato. Sendo que a diferença básica entre os dois, é a maneira como eles são vistos, a maneira como são utilizados, e como são feitos também.

A Arte é uma coisa única. Uma obra de museu, por exemplo, é uma obra de arte única e que somente o seu artista pode explicá-la com exatidão. Ela tem um significado simbólico, muitas vezes conceitual, quando tratamos de arte contemporânea, ou pode, muitas vezes, decorar uma casa, como os quadros antigamente que eram encomendados e considerados obras de arte.
Mas a diferença entre os dois não é tão fácil de ser entendida. Já que muitos trabalhos considerados obras de Arte são considerados Artesanato por alguns profissionais da área.

Para começar bem com o exemplo, começo aqui falando de um artista que tem dado o que falar. Estou falando de nada mais, nada menos que Romero Britto. Romero Britto é um artista brasileiro que ganhou notoriedade no exterior pelos seus quadros coloridos, alegres e com formas convexas. Lembro que muita gente comenta que até mesmo a Madonna tem quadros desse notável artista em sua casa.



Com certeza o trabalho dele é bem feito, mas não há um significado aparentemente profundo além do que ele apresenta. São quadros bonitos, alegres, até mesmo com um estilo original e PONTO. Não há nada além do "belo" e "colorido". E não há simplesmente nada de errado com isso, porque nem tudo dentro da Arte precisa vir acompanhado de um significado muito forte (assim como no Renascimento, a beleza era o principal objetivo).

Uma vez um professor meu disse que a obra dele estava mais voltada ao artesanato, e não deixa TAMBÉM de ser verdade. A obra de Romero Britto não lembra aqueles artesanatos que vemos em revistas de patchwork ou decoupage? As formas quase que estereotipadas, a facilidade e fluidez do traço, quase como uma estampa, fazem a obra dele tender para o artesanato. O que com certeza não tira o mérito desse artista, já que ele criou moda, criou um estilo, e isso mostra o quanto ele influencia pessoas a ponto de fazer fama no exterior.

Estou dando introdução a esse assunto porque pretendo tratar em uma outra oportunidade a respeito de algumas técnicas que são consideradas típicas de artesanato, mas que, com elas, podemos fazer Arte também.

Despidos de preconceito contra o Artesanato, podemos pesquisar e aprender muito com coisas que a nossa "vovó" faz. Até por que... O que impede de utilizarmos o artesanato para produzir algo realmente profundo e significativo?
  • Stumble This
  • Fav This With Technorati
  • Add To Del.icio.us
  • Digg This
  • Add To Facebook
  • Add To Yahoo

3 comentários:

Adriane disse...

Romero Que artes lindas meus parabens to fasendo um trabalho e tava pesquisando Artistas Brasileiros e encontri vc no meio são as artes mais lindas que eu ja vi ( e num to brincando naum) são coloridas e de diverssos formatos!
♥♥♥ vc é uma L.E.N.D.A.

A-line disse...

Oi, querida. Acho que houve algum mal entendido aqui. Não é o site do Romero Britto, mas acaso queiras o site oficial dele: http://www.britto.com/

E o twitter:
http://twitter.com/brittopopart

danda disse...

oi eu me chamo lorayne eu senpre adimirei as arte do romero britto

Postar um comentário

Serão aceitos somente comentários inerentes aos posts. Arte e somente Arte!

 
Copyright 2010 Arte comentada | Powered by Blogger.